A transformação digital e a criação de soluções têm feito empresas públicas e privadas mudar a cultura e melhorar a performance. São tecnologias que contribuem para que tarefas se tornem mais econômicas e sejam realizadas de modo mais eficiente, além de permitir aos gestores atuar de forma mais estratégica e objetiva na tomada de decisões.

A transformação digital e a criação de soluções têm feito empresas públicas e privadas mudar a cultura e melhorar a performance. São tecnologias que contribuem para que tarefas se tornem mais econômicas e sejam realizadas de modo mais eficiente, além de permitir aos gestores atuar de forma mais estratégica e objetiva na tomada de decisões. Conheça algumas das soluções oferecidas por empresas catarinenses.[/vc_column_text]

  • TELEPRESENÇA ELIMINA GASTOS COM DESLOCAMENTO

O Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS) passou a economizar R$ 2 milhões em diárias e passagens após adotar videoconferência para reuniões e treinamentos de capacitação profissional de docentes e funcionários. A medida só foi possível graças à solução Telepresença implementada pela integradora Teltec Solutions.

A iniciativa possibilitou a realização de reuniões administrativas, pedagógicas e para a capacitação dos corpos docente e administrativo sem a necessidade de deslocamento. A telepresença oferece imagens em tamanho real, ambientação das salas e voz direcionada, tudo para proporcionar a sensação de que o participante está no próprio local de reunião.

  • REDUÇÃO NOS CUSTOS DE DEMISSÃO

A retenção de talentos vem se tornando uma prática constante. O desafio, entretanto, é manter os funcionários motivados para fazer um trabalho de qualidade. Para reduzir os custos de demissão e manter os colaboradores motivados, a CoBlue lançou um método inovador de gestão. A empresa foi a primeira no Brasil a desenvolver um software de OKR.

A metodologia usada por grandes como Google e Twitter consiste na delimitação de objetivos e resultados chaves. Com isso, incentiva a transparência, horizontalidade e cooperação, fatores que ajudam no encontro de um propósito no trabalho e que representam um impulso para os colaboradores.

  • MENOR DESPESA COM HORAS EXTRAS

As aplicações da Ahgora entregam informações em tempo real sobre a gestão de presença (ponto e acesso) de colaboradores à administração das empresas.

As ferramentas ajudam no controle de fraudes, na gestão da jornada de trabalho, do banco de horas e de horas extras, contribui para redução de custos, automatiza as rotinas do RH e constrói relações mais transparentes entre empresa e colaborador. A prefeitura de Mogi Guaçu (SP), por exemplo, alcançou economia de 8% na folha de pagamento.

  • GESTÃO EFICIENTE DE ENERGIA

A Paradigma Business Solutions desenvolveu plataforma de ETRM (Energy Trading, Transaction and risk Management) que permite fazer a gestão da energia, desde a compra, uso e posterior revenda para outras organizações.

Por exemplo, um grande supermercado pode analisar se vale mais a pena manter a aquisição com uma comercializadora local ou contratar de fora, por meio de leilões.

O software ajuda na decisão, possibilitando a análise dos dados referentes ao consumo da energia, para que seja re-comercializada, premissa presente no “consumidor livre”, por meio do qual unidades consumidoras com carga maior ou igual a 500 e 3000 kilowatts podem escolher o fornecedor.

  • SERVIÇOS FINANCEIROS MAIS BARATOS QUE BANCOS

Tecnologia desenvolvida pela fintech Asaas permite que microempreendedores individuais façam a gestão completa dos pagamentos sem precisar de conta em banco.

O aplicativo Asaas possibilita que os MEIs aceitem cartões de crédito e débito, enviem faturas e emitam boletos com custos inferiores aos do sistema bancário convencional.

[/vc_column][/vc_row]