Desde 2015, quando foi aberta a primeira academia, a expansão da marca vem acontecendo a passos largos: o faturamento da empresa aumentou em 80%, já são 20 unidades em pleno funcionamento e outros 30 contratos fechados.

Desde 2015, quando foi aberta a primeira academia, a expansão da marca vem acontecendo a passos largos: o faturamento da empresa aumentou em 80%, já são 20 unidades em pleno funcionamento e outros 30 contratos fechados.

Há sete anos, quando decidiu criar uma academia que fosse mais democrática, alinhada a um estilo de vida leve e saudável, e onde pudesse colocar em prática uma metodologia própria de treinamento, Enrico Ferrari não pensou duas vezes. Com grande experiência na área de pilates, foi em busca de uma parceria de peso para o negócio e apresentou o projeto a Marco Aurélio Raymundo, o Morongo, responsável pela criação e transformação da Mormaii na maior e mais conhecida marca de surfe no país. Começava a nascer ali a rede de franquias Studio Integrado Mormaii Fitness, que combina técnicas de pilates, funcional e o método alemão ‘Five Konzept’, que atua no tratamento e prevenção de dores.

“Eu tinha a bagagem de mercado e queria associar um projeto inovador a uma marca que representasse um estilo de vida”,

explica o CEO da franquia, Ferrari, que ao longo de quatro anos trabalhou no desenvolvimento do projeto em detalhes, definindo metodologias, desenvolvendo equipamentos e produzindo manuais.

“Literalmente começamos do zero, escrevendo linha por linha”, explica.

Em 2015 foi aberta a primeira academia e, desde então, a expansão da marca vem acontecendo a passos largos: o faturamento da empresa aumentou em 80%, já são 20 unidades em pleno funcionamento e outros 30 contratos fechados. Até julho, mais duas academias serão abertas em Florianópolis e uma terceira, em Itajaí. Curiosamente, só agora a marca nascida em Santa Catarina chega à região Sul e, de acordo com Ferrari, essa decisão foi uma questão de estratégia. “A maior parte de nossos franqueados está em São Paulo, onde havia uma boa demanda para o segmento, e queríamos consolidar a marca”, conta.

Segundo ele, embora o nome Mormaii fosse conhecido, não era relacionado ao ramo de treinamento, e agregar a uma marca de produtos o conceito de serviço foi um primeiro e grande desafio.

“O bom é que a marca Mormaii não encontra rejeição: é democrática, representa um estilo de vida, tem apelo e carisma, e isso ajuda demais na expansão da franquia”, explica.

Atualmente já há unidades funcionando também em Brasília, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e até no Pará.

Ferrari explica que o grande diferencial está na conexão feita por uma metodologia própria entre uma marca forte e um modelo de negócios diferenciado. O resultado é a formação de turmas pequenas, de até seis alunos (para que as necessidades individuais de cada um sejam atendidas da melhor maneira), que realizam as atividades em um ambiente inovador.

O investimento inicial da franquia é de R$ 200 mil para academias de uma turma ou de R$ 280 mil no caso de duas turmas. “Esses valores correspondem à taxa de franquia, capital de giro, uso da marca, etc. Já as obras podem custar entre R$ 60 mil e R$ 300 mil, e o tempo de retorno dos valores é de 24 a 36 meses”, explica Enrico Ferrari.

Segundo o CEO, cerca de 95% do franqueados chegaram à marca por meio do ambiente digital, e o mais interessante é que a grande maioria é formada por casais que gostam de esporte, conhecem e se identificam com a marca.

“Pensamos longe e grande. Em 2020 devemos contar com 100 unidades, e temos planos para chegar a 500 estúdios instalados em todo o Brasil” conclui.

 

Em destaque: Studio Integrado Mormaii Fitness  | Imagem: Divulgação

Leia reportagem sobre franquias em https://revistaoempresario.com.br/arquivo/santa-catarina-lidera-crescimento-de-franquias-no-pais/