O ano de 2018 trouxe desafios e novidades para o Grupo Feltrin. Depois de 38 anos incluindo o ramo de aluguéis de imóveis entre as atividades oferecidas à sua clientela, a empresa encerrou a atuação nesse segmento – no qual sempre foi uma referência – e, paralelamente, implantou novos serviços, ainda em fase embrionária.

GRUPO FELTRIN DESATIVA OPERAÇÃO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEIS E ESTUDA OFERTAR NOVOS SERVIÇOS


O ano de 2018 trouxe desafios e novidades para o Grupo Feltrin. Depois de 38 anos incluindo o ramo de aluguéis de imóveis entre as atividades oferecidas à sua clientela, a empresa encerrou a atuação nesse segmento – no qual sempre foi uma referência – e, paralelamente, implantou novos serviços, ainda em fase embrionária.

De acordo com a advogada e sócia Renata Feltrin, quando o ano começou não eram esses os planos, tanto que, dando continuidade ao constante processo de busca da qualidade diferenciada nos serviços, a empresa substituiu o sistema de gestão de locação para um novo sistema 100% web, objetivando dar mais agilidade aos processos internos e melhorar a comunicação com os clientes.

Mas os rumos precisaram ser repensados.

“Eu e minha mãe (Vanilde Dircksen Feltrin) éramos sócias na Feltrin Aluguéis, mas em maio ela decidiu que, na sequência de uma necessidade de afastamento viria aposentadoria dela e tivemos que avaliar a situação e tomar decisões”, explica Renata, que até então respondia também pela gestão de outras três empresas do Grupo (Vendas, Administração de Condomínios e Contabilidade).

Com isso, a carteira de alugueis foi negociada, priorizando a manutenção da qualidade do atendimento e dos serviços prestados pelos outros ramos.

“Vendemos a carteira para uma empresa de renome no mercado, que está muito bem estruturada, e vai cumprir, nos mesmos termos, todos os contratos assinados com a Feltrin, sem prejuízo para os clientes”, afirma o contador e também sócio Maike Cabral.

Segundo ele, essa mudança justificou pequenas alterações nas estruturas física e de pessoal. Até então, uma equipe responsabilizava-se pela organização dos processos relacionados aos aluguéis da imobiliária e às taxas de condomínio, e com a extinção do setor de locação os sócios decidiram planejar a implantação de novos ramos de atendimento para ampliar a possibilidade de conquistar novos clientes.

“Temos experiência em diversos ramos adjacentes à locação de imóveis, e já estamos em busca de novas possibilidades e parceiros”, completa Cabral.

Embora a locação de imóveis fosse um dos mais antigos e referencial ramo dos serviços oferecidos pelo grupo, as outras modalidades implantadas ao logo dos anos vêm apresentando um desempenho positivo.

No segmento de vendas, a carteira de contabiliza muitos e variados imóveis disponíveis, e a contabilidade empresarial está, segundo os sócios, muito bem estruturada no mercado, e presta serviços especializados nas áreas fiscal, societária, pessoal e contábil.

“Em 2016 implantamos a Feltrin Condomínios, e pela qualidade do trabalho executado e indicações de clientes satisfeitos, já conseguimos dobrar a quantidade de clientes no segundo ano de existência”, explica Cabral.

Iniciada a partir da aquisição de uma carteira de 14 clientes, a administradora conta atualmente com 34 condomínios atendidos, o que é um número bastante expressivo para uma empresa nova no segmento.

Definida como um momento de adaptação interna à nova configuração da empresa, esta fase desperta nos sócios uma grande disposição para incrementar e fazer crescer os outros ramos de serviços.

Segundo Renata Feltrin, foi motivo de contentamento verificar que os clientes da locação saíram satisfeitos com o atendimento prestado pela empresa, e o trabalho agora será intensificado para que os usuários de outros serviços percebam que a qualidade do trabalho continua, a mesma.

“Nosso serviço é nosso produto, e continuaremos entregando para os clientes um bom produto. Sempre estivemos em busca excelência de atendimento e aperfeiçoamento de nosso pessoal.

Atualmente, já a partir de nosso quadro societário contamos com advogada, contador e administradora, e, temos certeza que desta forma podemos atender cada vez melhor. Com isso, nossa perspectiva futura é muito boa, considerando nossos níveis de captação de novos clientes”, finaliza Renata.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]