Inauguração  da loja na Grande Florianópolis marca um momento de grande expansão e modernização da bandeira. Unidade vai gerar 300 empregos diretos e indiretos e demandou investimento de R$ 40 milhões.

Inauguração  da loja na Grande Florianópolis marca um momento de grande expansão e modernização da bandeira. Unidade vai gerar 300 empregos diretos e indiretos e demandou investimento de R$ 40 milhões.

Dia 31 de julho (quarta-feira), acontece a inauguração da nova loja do Fort Atacadista, na cidade de Biguaçu. É a 25ª unidade em Santa Catarina e a 37ª loja no Brasil. O Grupo Pereira, detentor das bandeiras Fort, Comper e Bate Forte, investiu aproximadamente R$ 40 milhões nesta unidade, uma loja de 4.000 m2 de área de vendas, 300 vagas de estacionamento e que irá gerar 300 empregos diretos e indiretos.

Localizada na região da Grande Florianópolis, Biguaçu ganha um Fort da nova geração de lojas, com açougue Carne Fresca e com um refrigerador linear maior para itens perecíveis; uma loja completa, que mantém as características de atacarejo, atendendo consumidores do lar e comerciantes dos mais diversificados setores, com sortimento superior a oito mil produtos entre mercearia, perecíveis e bazar.

“Já atendíamos milhares de clientes vindos de Biguaçu em nossas outras lojas, e agora estaremos mais perto deles com uma estrutura ampla, moderna e completa. A grande novidade é o açougue com carne fresca, diferencial que só as novas unidades do Fort têm no segmento de atacarejo”, comenta João Pereira, vice-presidente comercial do grupo.

A inauguração da nova loja marca um momento de grande expansão e de modernização da bandeira, pois há algumas semanas o Grupo Pereira inaugurou a unidade Fort Cordeiros, em Itajaí, e já no dia 14 de agosto reinaugura a loja de Palhoça, que atualmente passa por uma grande ampliação e modernização. Ainda no mês de agosto, no dia 28, será aberta a loja de Ceilândia, no Distrito Federal. Seguindo o plano de expansão, o Grupo Pereira irá inaugurar mais cinco lojas ainda este ano, sendo quatro delas em Santa Catarina (Lages, Navegantes, Blumenau e Balneário Camboriú), e mais uma em Cuiabá, no Mato Grosso, todas da bandeira Fort Atacadista.

 

Loja do Fort Atacadista de Biguaçu, às margens da BR 101
|Foto: Chan-WeArt – Divulgação.

Genuinamente catarinense, o grupo surgiu em Itajaí em 1962. Líder no segmento de atacarejo no Sul do Brasil, a bandeira Fort tem presença importante na região Centro-Oeste, nos estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e no Distrito Federal. Emprega mais de 14.000 colaboradores, e em 2019 terá uma receita de vendas acima de R$ 8,5 bilhões.

“Sempre que chegamos em uma nova cidade temos como objetivo ser um bom vizinho. Buscamos participar das atividades do bairro e do município com nossas ações socioambientais, bem como buscamos dar oportunidades de empregos e de qualificação para as pessoas que trabalham conosco. Essa nova unidade, vai movimentar a economia de Biguaçu, gerando tributos, empregos e renda em um momento em que a economia do Brasil precisa do engajamento dos empresários dos diversos setores econômicos”, afirma Beto Pereira, presidente do Grupo Pereira.

Solidariedade

Como já é tradição em todas as unidades da rede, esta nova loja também irá arrecadar doações para o projeto Troco Solidário, que destina fundos para instituições de caridade. A primeira instituição escolhida para ser beneficiada com as doações será o Núcleo de Recuperação e Reabilitação de Vidas (Nurrevi). Os clientes Fort Biguaçu que desejarem contribuir com a manutenção e melhorias desta entidade poderão doar, ao longo do semestre, qualquer quantia a partir de R$ 0,01 no ato das compras, nos caixas (válido para pagamentos em dinheiro).

Outra ação que irá beneficiar uma entidade local acontece já na cerimônia de abertura do novo Fort Biguaçu é a entrega de um cheque no valor de R$ 2.500,00 para a Eco Pets, instituição que arrecada tampinhas de garrafas e lacres de latinhas que são revertidos em castração de cães e gatos de rua. O valor da doação corresponde ao que antes a rede gastava com a queima de fogos de artifício nas inaugurações.

Valorização profissional

Em Santa Catarina são mais de 5 mil colaboradores no Grupo Pereira, e do total de 150 empregos diretos gerados nesta loja, 100% dos cargos de liderança foram preenchidos por funcionários que cresceram profissionalmente dentro do próprio grupo.

Jaiane Abreu Araújo, 29 anos, que entrou como operadora de caixa em 2015, está em treinamento para assumir como líder de FLV (Frutas, Verduras e Legumes) no novo Fort Biguaçu. Já Valmar Romeu Martins, 54 anos, no grupo há pouco mais de dois anos, começou como auxiliar de prevenção, passou por treinamento e agora vai assumir como encarregado de televendas.

“Aqui o colaborador tem a chance de ver a sua carreira crescer. No Fort, uma das nossas maiores premissas é valorizar os talentos”, conta Paulo Nogueira, gerente nacional de Gente e Gestão do Fort Atacadista.

Imagem em destaque: Obras do Fort Atacadista de Biguaçu  | Foto: Chan-WeArt/Divulgação