A construtora Beco Castelo comemora 40 anos e, com serenidade, o fundador José Castelo Deschamps reconhece que a empresa é hoje identificada pela qualidade, tecnologia e inovação nos empreendimentos, que lhe garantem a posição de uma das mais conceituadas empresas de construção civil na Grande Florianópolis, projetos que tornaram-se modelo e influenciam tendências no setor.

BECO CASTELO COMPLETA QUATRO DÉCADAS INVESTINDO EM GESTÃO, INOVAÇÃO E RELACIONAMENTO


Em agosto, a construtora Beco Castelo comemora 40 anos e, com serenidade, o fundador José Castelo Deschamps reconhece que a empresa é hoje identificada pela qualidade, tecnologia e inovação nos empreendimentos, que lhe garantem a posição de uma das mais conceituadas empresas de construção civil na Grande Florianópolis, projetos que tornaram-se modelo e influenciam tendências no setor.

“É muito satisfatório manter-se no mercado durante tanto tempo e estar sempre pronto a inovar. Eu não gostaria de destacar um ou dois momentos como os mais importantes nesses 40 anos: todos foram especiais porque sempre tivemos um foco principal: o cliente”, explica ele, que hoje dirige a empresa tendo ao lado os dois filhos, Robson e Lincoln.

Segundo o empresário, a consciência de que o cliente precisa sempre de algo melhor e busca cada vez mais qualidade foi, para a empresa, uma das determinantes da constante busca pela evolução, seja de materiais e técnicas inovadora ou nas formas de relação com clientes e colaboradores.

E é a inovação constante uma das teclas nas quais o empresário bate com mais intensidade quando fala da história da construtora e das estratégias de gestão adotadas para atravessar essas quatro décadas com disposição para trabalhar e alcançar a estabilidade.

Os números da Beco Castelo são expressivos: já são mais de 313,5 mil m² de área construída, que correspondem a 1.231 unidades familiares e 470 salas comerciais. Nos últimos quatro anos, apesar da instabilidade na economia, a construtora entregou cinco empreendimentos: dois comerciais e três residenciais, entre eles o Hamilton Araújo Top Residence, o primeiro residencial de luxo na avenida Beira-mar Continental.

“Não são números ou resultados que se consegue de um dia para o outro, e que sem dúvidas mostram que ninguém faz uma empresa vencedora se tudo não funcionar bem: é como uma engrenagem, um time de futebol que precisa estar afinado, trabalhando em conjunto”, avalia, acrescentando que a gestão de qualidade tem que andar paralelamente a esse processo, e ser aplicada com eficiência.

“Aí você sempre terá uma empresa ‘top’, mesmo em momentos de maior instabilidade econômica. Se as coisas estão difíceis, mas a empresa está saudável, você consegue se adaptar à realidade”, completa.

Ao longo destes 40 anos, a filosofia de gestão da Beco Castelo foi amparada na proposta de investimento permanente na empresa, fortalecida a partir da consciência de que o bom desempenho e realizações dão suporte a famílias de clientes, funcionários e operários.

De acordo com o presidente da construtora, principalmente no Brasil, onde os empresários precisam conviver com ‘ondas’ que mudam constantemente as condições do mercado, esse foco – aliado a uma visão empresarial segura – é fundamental para atravessar momentos difíceis.

E em 40 anos, foram muitas ondas, uma delas a instabilidade que se abateu sobre a economia brasileira nos últimos três anos, e que teve conseqüências diretas sobre a construção civil. Nesse período, segundo Castelo, o volume de vendas diminuiu e, para reduzir custos, foi necessário negociar valores com fornecedores, e funcionários passaram um período trabalhando em expediente reduzido.

“Mas não houve dispensas e passamos por este momento em busca de uma estabilidade, o que estamos alcançando”, diz.

O importante, segundo ressalta, é a relação aberta e de confiança que precisa se estabelecer entre a empresa, seus parceiros, clientes e colaboradores. Lições valiosas vindas de um empresário com larga experiência no mercado.

“Aliás, se eu puder deixar um recado para outras empresas mais jovens, que pretendem trilhar um caminho como este que seguimos, ficam, então, essas duas dicas: nunca deixe em segundo plano a inovação e foque no reinvestimento de lucros no negócio e na equipe para garantir sucesso e bons resultados de produção e financeiros”.

[/vc_column_text]
[/vc_column][/vc_row]
 
  • São 33 empreendimentos residenciais entregues e outros quatro comerciais;
  • O residencial Carlos Magno foi o primeiro empreendimento entregue, em 1982;
  • Em 1195, a Beco Castelo entrega seu primeiro edifício comercial: o Osni Régis, localizado no Estreito;
  • 393 andares construídos;
  • 313.491,20 m² de área construída, o que equivale a mais de 37 campos de futebol.