Os resultados do 3º trimestre de 2018 da Sondagem de Confiança e Expectativa dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, realizada pela ADVB com apoio técnico da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), indicam que, apesar da piora recente do desempenho da economia brasileira, do setor econômico e das empresas, houve um ligeiro otimismo em relação ao futuro dos negócios.

Pesquisa ADVB/Fipe aponta que 35,7% dos entrevistados apostam na melhora do quadro econômico


Os resultados do 3º trimestre de 2018 da Sondagem de Confiança e Expectativa dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, realizada pela ADVB com apoio técnico da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), indicam que, apesar da piora recente do desempenho da economia brasileira, do setor econômico e das empresas, houve um ligeiro otimismo em relação ao futuro dos negócios para 49,2% dos profissionais em comparação ao segundo trimestre, em que o percentual era de 36,9%.

Em termos de confiança, as condições da economia brasileira pioraram ou pioraram muito para 44,2% dos entrevistados – no segundo trimestre esse percentual era de 53,9%, apontando uma ligeira melhoria nas expectativas. Para 25,6%, o cenário melhorou ou melhorou muito e na pesquisa anterior, esse número correspondia a 16,4%.

A respeito das expectativas em relação ao futuro da economia do país, 52,4% dos profissionais estão otimistas em relação à empresa que atuam; na pesquisa anterior, esse número era de 47,5%. Neste trimestre, 35,7% dos respondentes estão otimistas com o futuro da economia, ante 28,7% do estudo anterior. Ainda, 30,2% dos profissionais se mostraram pessimistas ou muito pessimistas; no trimestre passado, esse número era maior, 38,8%.

A pesquisa também revelou que 77,3% dos profissionais esperam um incremento no valor das vendas nos 12 meses seguintes à pesquisa e 41,2% esperam um aumento na verba destinada ao marketing. No que diz respeito às próximas atividades da ADVB, 62,2% dos participantes destacaram as ações de relacionamento e networking entre profissionais e empresas do mercado e, 28%, as ações de compartilhamento.

A sondagem de confiança e expectativa foi realizada entre 25 de setembro e 19 de outubro de 2018 por meio de questionário eletrônico e coletou 188 respostas. A maioria dos entrevistados é do sexo masculino (82%) com 45 anos ou mais (81,4%); 80,2% atuam em empresas sediadas em São Paulo. A maior parte dos respondentes, 40,6%, ocupa cargos de presidência, direção e gerência; 78,2% são de empresas de comércio e serviços e 20,6% em segmentos industriais.

O estudo tem como objetivos avaliar a opinião de ocupantes de cargos de vendas e marketing, bem como de outras áreas estratégicas de empresas e outras organizações, com respeito à situação atual e expectativa de evolução da economia, setores e empresas; avaliar a expectativa dos agentes em relação ao comportamento das vendas e da verba de marketing disponibilizada pelas suas respectivas empresas; identificar áreas prioritárias para pautar as próximas atividades da entidade.

 

Foto: Pixabay