Lojistas apostam em promoções e campanhas para impulsionar consumo, e pesquisa da FCDL/SC estima que tíquete médio seja de R$ 142,57.

Lojistas apostam em promoções e campanhas para impulsionar consumo, e pesquisa da FCDL/SC estima que tíquete médio seja de R$ 142,57.

Com a proximidade do Dia dos Pais (comemorado no próximo domingo, 11/08), cresce a procura pelo presente perfeito e, ao mesmo tempo, a expectativa dos lojistas por boas vendas. De acordo com levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC), para o comércio catarinense, este ano as vendas na data serão melhores do que as registradas no ano passado: a expectativa é de crescimento de até 4% nas vendas, com tíquete médio estimado de R$ 142,57.

“Esse possível aumento se deve, em grande parte, ao ciclo de corte de juros, iniciado pelo Banco Central, e à iminente liberação do FGTS”,
Avalia Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC.

O otimismo foi sinalizado por 89,31% dos lojistas, e entre os presentes que devem ser mais procurados permanecem os itens tradicionais, como vestuário (23,9%), acessórios (20,13%) e calçados (18,87%), e 71,07% dos empresários citam ações como a realização de promoções, campanhas, eventos e descontos entre as estratégias utilizadas para impulsionar as vendas.

Os dados fazem parte do levantamento realizado pela FCDL/SC entre os dias 23 e 30 de julho, junto a empresas associadas com atuação no varejo nas 20 cidades catarinenses de maior índice de potencial de consumo.

 

Vendas online

Quanto mais a data se aproxima, mais cresce a participação das vendas online como alternativa para encontrar o presente ideal, e de acordo com a Criteo S.A (plataforma de anúncios para a Internet aberta), o pico de vendas deve acontecer ao longo desta semana, mas os pedidos devem continuar em alta nos dias seguintes à comemoração, repetindo o ocorrido em 2018.

No ano passado, a semana anterior à Dia dos Pais registrou um acréscimo médio de 27% no número de pedidos online, com pico de 34%, e a semana seguinte ao evento registrou uma média de pedidos 28% maior em comparação ao mês anterior.
As vendas só devem começar a diminuir cerca de quinze dias após a data.

“Datas sazonais trazem grandes oportunidades para os varejistas. O Dia dos Pais abre o calendário sazonal do segundo semestre, no qual ainda temos Dia das Crianças, Black Friday e Natal. As expectativas são bastante positivas, e para aproveitar todo esse potencial é fundamental ter uma estratégia multicanal que impacte o consumidor em todos os pontos de contato. Cada vez mais, as pessoas transitam entre os canais, e o mobile vem ocupando um grande espaço no cotidiano. É preciso se adequar a esse cenário”,
explica Tiago Cardoso, Diretor Regional de Estratégias de Contas Latam da Criteo.

Canais
Em 2018, as vendas por smartphones aumentaram 23% na semana anterior à comemoração, enquanto as compras via desktop registraram crescimento de 27%. Os dados demonstram uma tendência de crescimento na participação do mobile, conforme a data se aproxima. No ano passado, as aquisições por dispositivos móveis alcançaram o ápice justamente no domingo de Dia dos Pais, com 44% a mais na quantidade de vendas por este dispositivo.

“Percebemos aqui um comportamento de compras de última hora. O celular é a opção mais fácil para pesquisar e comprar nestes momentos. Justamente por isso, é preciso ter um plano para alcançar estes consumidores, com uma estratégia mobile muito bem estruturada. Há oportunidades antes, durante e depois da data”, afirma Cardoso.

A Criteo identificou essas tendências por meio da análise de mais de 5,76 milhões de transações de compras em desktops, smartphones e tablets. Foram analisadas as transações de 61 dos principais anunciantes do Brasil.

Foto: Divulgação